O amor é assim

“O amor é assim mesmo, desconforme. Na maior parte das vezes, mesmo sem sentido ou porquês. Um jogo, sem razões, onde se esgrimem vontades não controladas e se inventam obstáculos, quando se receia não ser correspondido. Uma distracção onde nem sempre se ganha e nunca se perde. O amor não pode, jamais, ser considerado uma perda, mesmo quando se ama alguém só por um simples minuto, pois é o tempo suficiente para que esse sentimento marque, definitivamente, quem o soube sentir.”
Alda Cabrita (A Cor do Olhar)

Kiss and Hugs

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Sem categoria. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s