Num mundo

Num mundo que raramente compreendo,existem ventos de destino que sopram quando menos esperamos.Poe vezes sopram com a violencia de um furacão,outras mal os sentimos no rosto.Mas os ventos não podem ser negados,trazendo como muitas vezes trazem um futuro impossivel de ignorar.Tu es o vento que eu não antecipei,a rajada que soprou com mais força do que alguma vez imaginara possivel.Tu es o meu destino.Fiz mal ao ignorar o que era obvio.Como um viajante cuidadoso tentei me proteger do vento e perdi.Fui estupida ao tentar ignorar o meu destino,mas até os estupidos têm senimentos,e acabei por perceber que és uma das coisas mais importantes que tenho neste mundo.Sem ti sinto -me perdida.Agora porem,com os meus olhos postos no futuro,vejo o teu rosto e oiço a tua voz.
(excerto do livro"As palavras que nunca te direi"Nicolas Sparks
Anúncios
Esta entrada foi publicada em Paixao. ligação permanente.

Uma resposta a Num mundo

  1. Vanucha diz:

    Quem sabe para onde nos levam os ventos do destino? Ninguém… Todos nós procuramos encontrar um caminho, apenas um caminho e esperamos sempre que nesse caminho seja possível encontrar alguém que nos preenche mais que tudo. No entanto, os ventos sopram tanto, que por vezes nem conseguimos perceber que são bons ventos e quando percebemos do que nos protejemos tanto, afinal não era preciso fechar a guarda, a única coisa que teríamos de fazer, seria abrir os braços e receber.
    Um abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s