Hoje

Hoje…

Sinto o chão a fugir-me dos pés
Sinto no corpo a prenúncio de mais um dos meus receios a aproximar-se.
Eu não queria. Eu juro que não queria, mas não consigo fazer diferente.

Perdi a vontade de sair.
Todas as festas, todos os risos, toda a alegria que têm vindo a acontecer diariamente estão a começar a virar eco… estou lá mas não estou. Sinto-me abstrair. Sinto que o meu corpo começa a mexer-se fora da música, que bato o copo sem brindar, que sorrio sem olhar para quem fala…

Sei que muitos invejam a minha vida, mas que sabem eles. Que sabem eles da solidão que existe para lá da porta de casa. Todas as festas, todos os amigos, todo o brilho são alegrias efémeras. Risos e sorrisos que alegram mas não perduram. Alguns amigos que são muito amigos mas… Salvam-me as minhas duas lindas amigas…

Não liguem.

Hoje sinto-me cansada. As pernas pesam-me e os pés afundam-se no chão impedidndo-me de seguir em frente.

Hoje não quero rir.Não quero a alegria da noite, dos amigos, dos copos, dos brindes…

Hoje quero ficar só.


Hoje queria que me encontrassem. Queria ser salva, ter um colo. Hoje queria que me dissessem "Amor, finalmente encontrei-te".

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Pensamento. ligação permanente.

4 respostas a Hoje

  1. Vanucha diz:

    HOJE, um dia marcante para muitos, por vitórias, por derrotas ou simplesmente por sofrimento. As "amizades" nocturnas, os "amigos" de borga, malta da festa, na maior parte das vezes é só mesmo isso: MALTA DA FESTA, não é malta do companheirismo nem de todas as horas, simplesmente das horas de festa. Sorrisos vazios que não preenchem ninguém, beber "copos" que muitas vezes só quando chegamos a casa percebemos que nos fazem sentir pior! NÃO DESISTAS !!! NUNCA DESISTAS DE TI MESMA!!! A força está em nós, mesmo se não a encontrarmos no momento, ela está sempre lá, estamos tão cegos com a nossa dor que nem vemos. E se hoje não queres caminhar pois não sabes pra onde vais, está tudo tão escuro, então pára, monta a tenda e descansa, ao amanhecer há sempre uma nova esperança.FORÇA, há sempre Alguém que olha por ti. PS: Não fui mãe, era uma forma de expressão bebé amor.vanucha

  2. Unknown diz:

    so espero que uma dessas 2 amigas de que falas seja eu pois tu es de quem eu falo ma amizadeestas sempre presente nos maus e nos bons momentos da minha vida tal como eu estou na tua vida sempre presentejokinhas grandes

  3. Maria do Ceu diz:

    Bom dia, AMIGA, ao lêr o teu texto acabo por concluir que algo se passa contigo…não foi preciso ler pois conheço-te o suficiente para saber que tu não estás nem andas bem…aliás sinto isso…por diversas formas…também não sei muito bem o que te dizer …pois por vezes por mais que nos queiram confortar a nossa dor é de tal modo que nada nos faz alegrar…eu sei bem o que é isso e por vezes fechamos no nosso silêncio…Apenas te digo seja o que for podes sempre contar comigo …como eu contigo, se desejares falar sabes como fazê-lo…estarei aqui para te escutar, para te dar um pouco de conforto…pois um "colinho", nuncaé demais.Beijos de quem te tem sempre no coração….mas que também sofre por ti….BEIJOSSSSSSSSSSSSSSS

  4. Kısaca diz:

    Hi! Enya & your wonderful space..I like it. ..Wish you a wonderful day..You are welcome to my spaces anytime..GreetingsHaldun

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s